A Microsoft não está sentada a ver como Slack e HipChat se tornaram os reis da colaboração online no local de trabalho. A empresa acaba de anunciar o que há muito se falava, o Microsoft Teams, uma resposta de aparência familiar com todo o office embutido na aplicação de conversas.

A Microsoft Teams reúne todo o conjunto do Office 365 num único aplicativo, mas numa interface quase idêntica ao Slack, com algumas melhorias-chave em relação a esse aplicativo.

O Microsoft Teams está disponível agora numa edição de preview cliente para os suítes Office 365 Business e Enterprise no Windows 10, iOS, Android e macOS em 181 países em 18 idiomas, com disponibilidade geral no primeiro trimestre de 2017.

microsoft-teamsTudo o que o Slack faz o Microsoft Teams faz (alegadamente) melhor

Microsoft tem o básico bem coberto. As salas de conversação gerais estão disponíveis, assim como as conversas de 1:1 entre os membros da equipa. Os utilizadores podem até criar canais personalizados para tarefas específicas e convidar pessoas, e podem pesquisar em canais, membros da equipe e arquivos – assim como no Slack.

Duas funções que percebemos que equipes tem melhores que a concorrência é o primeiro que, quando crias uma mensagem podes considerá-lo como “importante” com um símbolo de ponto de exclamação, alertando todos no canal. Isso além de apenas alertar os membros do canal diretamente através do lançamento de um símbolo “@” ao lado do nome do utilizadores.

Em segundo lugar, a Teams oferece uma ferramenta de pesquisa personalizada para facilmente levar as reações dos membros da equipe a uma determinada ideia, assunto ou qualquer outra coisa. Slack pode fazer isso, mas precisas de um plug-in primeiro.

Mas, além disso, os utilizadores podem formatar suas mensagens como mensagens de bate-papo padrão na mesma veia como Slack, ou como e-mails em miniatura, com formatação e outros recursos ricos.

E, sim, GIFs e todos os tipos de memes são suportadas para aqueles risos preciosos durante o dia de trabalho.

Assim como a oferta Slack e HipChat, o Teams permite comversa por vídeo e áudio através da integração do Skype for Business (duh). (No entanto, isso ainda não está disponível nos aplicativos para dispositivos móveis.) O aplicativo ainda oferece bots de conversação útil que parecem ir além do que Slack ou HipChat fornecem atualmente.

O seu T-Bot, por exemplo, oferece ajuda com o aplicativo em si sobre chat ou uma interface de navegação, enquanto o Teams Who-Bot pode fornecer informações sobre os membros de uma equipa específica. Por exemplo, se você quiser saber qual membro da equipe conhece, digamos, publicidade programática, o Who-Bot pode informá-lo através do histórico de conversas em que fez parte, bem como perfis de membros, uploads e até mesmo emails.

É como slack, se fosse a Microsoft a cria-lo

Mas, isso é apenas a ponta do iceberg. A principal vantagem da Teams é que ele integra quase todos os aplicativos e serviços do Office 365.

Quando um utilizador cria um canal, eles podem adicionar documentos relevantes do Word, planilhas do Excel e apresentações de PowerPoint associadas diretamente a uma interface de guia acima da área de bate-papo do canal. Você pode então ver o arquivo com seus companheiros de equipe e discutir, antes de se mudar para editá-lo dentro do aplicativo apropriado localmente ou em seu navegador.

O OneNote e o SharePoint também estão integrados ao serviço, assim como o Power BI e o Planner. A ideia aqui é que as equipas se tornem o centro de todos os utilizadores profissionais do Office 365, e parece que está pronta para fazer exatamente isso.
Tu podes-te inscrever para a edição de pré-visualização do Teams e vê-lo em ação através de uma demonstração interativa aqui.